"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos" (Charles Chaplin)
Sexta-feira, 28 de Março de 2008
Conhecer o outro lado – “Jeová”

Este blog não têm temas muito interessantes, mas acho que se é um blog meu, têm que ter alguns episódios da minha vida, não estou com isto a dizer que a minha vida não é interessante, mas os mais interessantes não podem ser aqui expostos, por isso aqui vai mais um novo episódio.

 

Sou católico desde que nasci, assim quiseram os meus pais, e eu até à data nada disse em contrário (nem vou dizer, pelo menos por agora), mas no fim-de-semana passado tive o conhecimento de uma nova religião, a religião de Jeová.

 

A religião da minha querida Avó é diferente da minha, e no fim de semana passado ela ia ter uma “reunião/congresso/encontro” e gostava muito de ir, mas não tinha boleia aí surge a boa vontade aqui do neto e lá prometeu à Avó a boleia necessária.

 

Então pensei, se vou levar a minha Avó e vou ter de esperar, porque não entrar e conhecer esta religião, é claro a minha Avó nada opôs e ficou o dobro de contente.

 

Entramos mais cedo e lá dentro uma sala perfeitamente normal a uma qualquer outra, apenas com uma zona destacada preenchida por um microfone e um pequeno placar com uma frase bíblica.

 

Depois de ocupar o nosso lugar os 20 minutos seguintes foram passados a apreciar a sala, as pessoas e a ser cumprimentado com um aperto de mão, por toda a gente que ia chegando e mais o que lá estavam, por momentos pensei, eles pensam que eu sou o “Salvador ou o Messias”, mas estava enganado, é apenas um hábito deles, serem cordiais e simpáticos com toda a gente.

 

A cerimónia começa e lá estou eu no meio de um belo cântico, depois um pessoa normalmente vestida dirigiu-se ao palco e discursa por meia hora,  sobre a morte de Cristo e salvação que isso nos trouxe, explicando o tema com uma analogia, e sempre comparando-nos a um DVD, os vírus e os antivírus e blá, blá, blá.

 

No final do discurso, eis que se dá outra cerimónia característica, a passagem de um pão e de um copo de vinho pelos presentes, sem que estes possam matar a fome e a sede, apenas passa pela nossa mão, de seguida outro cântico termina a cerimónia e é chegada a hora de deixar a sala, ainda reparo que a sala estava cheia, com homens e mulheres de todas as idades.

 

 A viagem de regresso a casa foi a matar a minha curiosidade a muitos outros pontos desta religião, sempre a comparar com a religião católica.

 

Concluindo, ainda não estou totalmente convencido qual a religião ideal, mas para já vou ficar com a minha, que é única e não aceita mais leigos, pois foi criada por mim e para mim, é muito exclusiva.

 

Até breve com mais e melhores aventuras, prometo.

 

RT - 179



publicado por R T às 22:57
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De O Presidente a 31 de Março de 2008 às 11:55
Parabéns por teres ido "apreciar" outra região! Não é que eu seja Jeová, mas devemos estar sempre "abertos" a novos horizontes, seja religião ou outra coisa qualquer!

Eu, para já, ando zangado com Deus, seja ele qual for!
Já pedi a Ele para me fazer uma visita, para debater umas certas coisas, mas até hoje ainda estou à espera...

Não me recordo quem disse: A religião é o ópio do povo!


De R T a 31 de Março de 2008 às 18:54
Já pensas-te em ir ter com ele ?
E não me refiro propriamente em ir à igreja!
Como esta na bíblia, Deus está em todo o lado.

RT


De O Presidente a 1 de Abril de 2008 às 15:29
Ir ter com ele??? Já queres ir ao meu funeral??? Ainda nem fiz os convites!!!!

Deus é omnipresente??? Estou à espera que ele me apareça para debatermos umas coisas... de uma forma pacífica! Apenas tenho umas dúvidas que gostaria que fosse respondidas...e acredito que Ele terá respostas para elas....


De Teia d´Aranha a 1 de Abril de 2008 às 17:04
Aqui está um tema que suscita sempre muitas opiniões e divergentes, muitas vezes... eu, respeito todas! Acho muito salutar que tenhas vivenciado a experiência que relatas, até porque para falarmos de algo com alguma veracidade, há que haver algum (ou muito) conhecimento implícito.

Eu tenho a minha visão da religião e do acreditar em algo que, supostamente, estará acima de nós... Não sou praticante, não vou à igreja, excepto a casamentos, baptizados e cerimónias para as quais somos convidados e a que não podemos recusar ir...
Sinceramente... não sei se há um ser poderoso, divino a "regular" o que se passa por cá... Se há, poderíamos enveredar pela velha questão de "então e o porquê das guerras e da fome... e bláblá?"...
O que sei é que se todos nós fizessemos por seguir a nossa vida sem pisar, sem desrespeitar, sem ludibriar ninguém... não haveria consciências pesadas nem necessidade de se agarrar a "algo"... Essa é a "religião" que tento pôr em prática diariamente: viver e agir de forma a não prejudicar ou magoar quem quer que seja!

(Caramba! Alonguei-me ... Desculpa! Quando falo seriamente fico sem travão... eheheh)


Comentar post

O dono do blog
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Pôr do SOL recente

Recordar é viver - aos me...

A minha operação - parte ...

Operação ao nariz - PARTE...

A minha operação ao nariz...

Airbus 340-600

Piratas do Caribe 4 - Tra...

A anedota do PAI espertal...

Alto Minho - Férias da Pa...

Ai que bom !!!!! hum hum ...

Serviço publico - Novos s...

arquivos

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

ONLINE
online
links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds